Menu

O que você procura?

Sua 0KM ESTÁ AQUI!

Whatsapp

22/03/2022

Compartilhe:

Honda X-ADV 2022

Honda X-ADV 2022: nova geração da scooter aventureira chega ainda mais tecnológica e atualizada no estilo

Sumário:

1. Introdução
2. Generalidades do modelo
3. Características principais

4. Acessórios
4. Cores e garantia

 

1. Introdução

Desde seu surgimento a X-ADV representa uma genuína inovação. Criar conceitos está no DNA da Honda, e é sobre este alicerce que a empresa foi construída, se tornando a maior fabricante mundial de motocicletas.

Na criação da X-ADV os projetistas mesclaram atributos diversos. Os das motos aventureiras, capazes de rodar em caminhos de todo tipo, cuja posição de pilotagem ereta favorece a visibilidade e domínio do guidão, com o caráter prático das scooters, ágeis e cheias de funcionalidade, tal como o espaço de armazenamento sob o banco.

Robusta e ao mesmo tempo elegante, a X-ADV pode estar completamente à vontade tanto na cidade como em estradas sem pavimentação. No corriqueiro caminho casa-trabalho-casa, em escapadas de final de semana rumo à natureza ou nas aventuras sem destino nem data para terminar. Em qualquer condição a Honda X-ADV entrega competência, aliando a potência do motor à uma inédita capacidade ciclística no segmento das scooters.

A X-ADV empolga pelo seu ineditismo, mas também pela capacidade de garantir a performance, segurança e confiabilidade típica das Honda, com tecnologia avançada, estilo inovador e atributos de versatilidade sem concorrentes. Para 2022 a Honda aperfeiçoou ainda mais o modelo, incrementando a performance do motor, melhorando o estilo e a funcionalidade e reduzindo o peso.

2. Generalidades do modelo

As principais alterações da X-ADV são a elevação da potência máxima, de 54,8 cv a 6.250 rpm para 58,6 cv a 6.750 rpm, resultado obtido por intermédio de um novo comando das válvulas e maior eficiência na admissão e escape. A rotação máxima também foi elevada em 500 rpm. A 1ª, 2ª e 3ª marchas foram encurtadas em prol de acelerações mais fortes. Já a 4ª, 5ª e 6ª marchas estão mais longas, o que permite maior velocidade com rotação do motor menor, o que ajuda na economia de combustível.

Através do sistema de acelerador eletrônico TBW – Throttle By Wire, foi possível equipar a X-ADV 2022 com quatro modos de pilotagem que permitem alterar o caráter do motor. São eles RAIN, STANDARD, GRAVEL e SPORT, além do modo USER, personalizável. O TBW também proporciona uma ação mais precisa do sistema HSTC - Honda Selectable Torque Control, agora com três níveis de intervenção, sendo possível desligá-lo. O câmbio DCT de dupla embreagem oferece trocas de marcha automáticas integradas aos modos de pilotagem.

O novo chassi e outros detalhes redesenhados permitiram reduzir o peso total em 1 kg. No aspecto estético, a X-ADV está mais afilada e agressiva graças aos faróis duplos de LEDs dotados de DLR – Daytime Running Lights, luzes de posição diurnas, semelhantes às usadas pela CRF 1100L Africa Twin.

Para facilitar o apoio dos pés no solo o banco tem nova conformação. O espaço do compartimento sob o assento está maior, atingindo 22 litros de capacidade, o que possibilita abrigar um capacete integral. Além disso o compartimento possui uma porta USB. O comando do freio de estacionamento agora está no lado direito do guidão, o que permitiu criar um porta-luvas na parte posterior do escudo frontal. O novo painel TFT de 5 polegadas permite conexão Bluetooth e a ativação de comandos vocais através do Honda RoadSync, integrado ao HSVCS – Honda Smartphone Voice Control System.

 

3. Características principais

3.1 Estilo & Equipamentos

• Desenho mais afilado, elegante e agressivo
• Painel TFT colorido de 5 polegadas com Honda RoadSync
• Novos faróis duplos de LED com DRL – Daylight Running Lights
• Novo para-brisas, mais protetivo
• Compartimento sob o banco com 22 litros e porta USB

O estilo exclusivo e elegante da X-ADV, originalmente concebido e desenvolvido pela equipe de R&D da Honda Itália, foi apurado no modelo 2022, que traz formas mais ágeis e afiladas. A silhueta é decididamente vertical, e cada parte da carenagem foi redesenhada visando manter o estilo forte e impactante. Comparado à versão anterior, o modelo 2022 está mais agressivo e melhor em todos os aspectos, ainda mais X-ADV.

O grupo ótico anterior foi remodelado e é composto por faróis duplos de LEDs com luzes de condução diurna (DRL), cuja intensidade se ajusta automaticamente à condição do ambiente e fornece sempre uma luz brilhante e altamente visível, aumentando a segurança passiva. Todo o sistema de iluminação da X-ADV 2022 é composto por LEDs.

A altura do banco, 820 mm, e o largo guidão, a 910 mm do solo, garantem posição de pilotagem com ponto de visão elevado. O formato do banco, agora mais estreito na parte frontal, facilita o alcance dos pés no solo. Seja em uso urbano ou rodoviário, o novo para-brisas da X-ADV oferece melhor proteção, permitindo um curso de 139 mm em seus cinco níveis de elevação reguláveis manualmente, e variar em 11º a inclinação.

O sistema de conectividade Honda RoadSync com tecnologia HSVCS – Honda Smartphone Voice Control, está incorporado à X-ADV. As funções podem ser visualizadas através do painel TFT de 5 polegadas, permitindo ao condutor controlar seu smartphone através de comandos vocais, sendo necessário usar um capacete equipado com sistema de áudio e microfone. A gestão do sistema também pode ser feita a partir dos botões do punho esquerdo do guidão.

Protetores de mãos de plástico resistente desviam o vento e a chuva, além de evitar danos a punhos e manetes na condução fora-de-estrada. O motor também conta com um protetor de cárter de alumínio reforçado de 2,5 mm de espessura.

O volume do compartimento debaixo do banco agora tem 22 litros de capacidade, e que permite alojar um capacete integral, possui iluminação de LED e porta USB que substituiu a tomada de 12 V. O freio de estacionamento agora está no punho direito do guidão, posicionamento que deu lugar para um porta-luvas útil e de fácil acesso na parte posterior do escudo frontal. O cavalete central é equipamento de série.

A X-ADV está equipada com o sistema Smart Key, cujo sensor pode ser portado pelo condutor no bolso, dispensando o uso de uma chave de ignição convencional, inclusive para o acesso ao bocal de abastecimento e abertura do banco. Para ligar a X-ADV basta estar portando o sensor em um bolso e girar o seletor posicionado diante do condutor, ação que libera a trava de guidão e ativa a ignição. Uma tecla também é destravada ao girar o seletor principal, dando acesso à abertura do bocal de abastecimento e compartimento sob o banco. A Smart Key também tem um botão de que visa facilitar a identificação à distância, acendendo e apagando os piscas quando pressionada. O seletor de ignição/trava tem mecanismo que o faz girar em falso na ausência da Smart Key, impedindo que o guidão seja destravado pela força.

Os piscas traseiros da X-ADV têm uma função de Sinal de Frenagem de Emergência (ESS –Emergency Stop Signal). Se for detectada uma desaceleração de 6,0 m/s2 a uma velocidade mínima de 53 km/h, com qualquer um dos freios acionados, as luzes ESS piscam para avisar os outros condutores que a X-ADV está em uma frenagem de emergência. À mesma velocidade, se o ABS entrar em ação, a desaceleração para acionamento do ESS cai para 2,5m/s2.

Para maior conforto os piscas tem cancelamento automático, e em vez de um temporizador simples, o cancelamento se dá por comparação das diferenças de velocidade entre a roda dianteira e a roda traseira. Tal cálculo determina momento no qual o pisca-pisca deixa de atuar.

3.2 Motor

• Motor bicilíndrico de 745 cc com sistema TBW – Throttle By Wire
• Potência de 58,6 cv e torque de 7,03 kgf.m
• Relações de câmbio revistas para melhor aceleração e economia
• Injeção eletrônica PGM-FI reprogramada para melhor resposta ao acelerador

O motor bicilíndrico paralelo da X-ADV é arrefecido por líquido e tem cabeçote SOHC de 8 válvulas. O bom desempenho desde as mais baixas rotações é característica de motores de curso longo, o que privilegia o torque elevado. A inclinação da bancada de cilindros à frente aproxima o centro de gravidade do solo, favorecendo a estabilidade. Um profundo trabalho aperfeiçoamento resultou em redução de 1,4 kg no peso total do motor.

Dois eixos de balanceamento anulam de modo eficaz as vibrações, sem comprometer as agradáveis pulsações derivadas do virabrequim com 270º de fase. Diâmetro e o curso tem 77 x 80mm e neste motor, sempre que possível, os componentes atuam em mais do que uma função. Exemplo é o comando de válvulas que aciona também a bomba de água, enquanto um dos eixos de balanceamento comanda a bomba de óleo.   

O sistema TBW gerencia a potência do motor oferecendo ao condutor a possibilidade de escolher entre quatro modos de pilotagem mais um personalizável, o que adapta as características do motor à diferentes necessidades e situações. A maior potência e torque da X-ADV 2022 se alia às três primeiras marchas mais curtas, o que resulta em acelerações agressivas. As três últimas marchas, mais longas, reduzem consumo por conta da redução de rotações para a manutenção de velocidades de cruzeiro.

3.3 Sistemas eletrônicos do motor

• Quatro modos de pilotagem padrão mais um personalizável
• Controle de tração HSTC ajustável em três diferentes níveis

A introdução do sistema TBW – Throttle By Wire de acelerador eletrônico na X-ADV torna a gestão da performance e caráter do motor acessível ao condutor, que pode selecionar quatro modos de pilotagem que cobrem todas as condições de uso. Para selecionar os modos o condutor deve usar uma tecla no punho esquerdo do guidão.

O modo STANDARD é um ponto intermediário entre potência do motor, o efeito do freio-motor e nível de intervenção do sistema HSTC, e nível do ABS.

O modo SPORT oferece entrega de potência e freio-motor mais agressivos, com baixa intervenção do sistema HSTC e ABS em nível on-road de atuação.

No modo RAIN a potência do motor fica reduzida assim como o efeito de freio-motor. O sistema HSTC têm intervenção elevada e ABS em nível on-road de atuação.

O modo GRAVEL usa maior potência do motor e efeito de freio-motor reduzido, com baixa intervenção do sistema HSTC, a atuação do ABS passa para o nível off-road nessa configuração.

O modo USER permite personalizar todo os parâmetros: potência (P), freio-motor (EB), controle de tração (T), ABS e atuação do DCT.

O sistema de controle de tração HSTC - Honda Selectable Torque Control, agora oferece um nível de controle aperfeiçoado, que permite gerir com maior precisão o torque na roda traseira e disponibiliza ao condutor três níveis de atuação:

O Nível 1 resulta em intervenção mínima, o que permite leves perdas de aderência do pneu traseiro. O Nível 2 é o intermediário, que oferece controle adequado da tração para as condições de uso geral. O Nível 3 determina a máxima atuação do controle de tração, ideal para pisos molhados ou escorregadios. A possibilidade de deligar o controle de tração só ocorre selecionando o modo USER.

3.4 Transmissão de dupla embreagem – DCT

• Diferentes mapas para troca de marcha segundo o modo de pilotagem
• Modo USER com quatro definições, de suave a agressivo

A tecnologia DCT da Honda equipa diferentes modelos há mais de uma década, tendo superado a cifra de mais de 200 mil unidades produzidas em todo o mundo desde então. O câmbio oferece mudanças marcha fluidas e rápidas, e é uma tecnologia que conquista os motociclistas logo nos primeiros minutos de utilização.

O câmbio DCT usa duas embreagens: uma para a 1ª, 3ª e 5ª marchas; outra para a 2ª, 4ª e 6ª marchas. Cada grupo de marchas, pares e ímpares, tem seu eixo-piloto, cuja montagem é concêntrica, o que torna o DCT uma unidade compacta como um câmbio convencional. Confiabilidade e precisão dos engates são asseguradas pela precisa gestão eletrônica e pelo fato de cada embreagem ter seu respectivo circuito eletro-hidráulico.

As mudanças de marcha resultam em uma progressão na qual não ocorre a típica transferência de carga longitudinal no momento da troca de marchas como nos câmbios convencionais, seja em aceleração ou desaceleração. Tal vantagem se confirma pelo conforto na pilotagem – o passageiro nem percebe quando as mudanças de marcha acontecem – e na eficiência da performance.

Além destas, há outras vantagens intrínsecas ao câmbio DCT como a durabilidade (não ocorrem trocas de marcha imprecisas que podem danificar engrenagens), falsos pontos-morto ou involuntários desligamentos do motor por erro em troca de marcha, aceleração insuficiente ou operação incorreta da alavanca de embreagem. Além disso, com o câmbio DCT o estresse e cansaço na pilotagem, especialmente em uso urbano, é reduzido ao mínimo. 

O câmbio DCT oferece dois modos de utilização diferentes:  o modo Automático, com mudanças de marcha pré-programadas, que analisam constantemente a velocidade do veículo, a marcha engatada e a rotação do motor para determinar quando deve ser engatada a marcha seguinte e o modo Manual, que permite ao condutor escolher a marcha atuando nas teclas localizadas no punho esquerdo do guidão.

Graça ao sistema TBW, há cinco padrões de mudanças automáticas. O nível 1 é o mais descontraído, com as trocas seja para marchas superiores como inferiores acontecendo em rotação relativamente baixa, nível associado ao modo RAIN. O nível 4, no outro extremo, passa ou reduz marchas em rotação mais altas e oferece um maior efeito de freio-motor, estando associado ao modo SPORT. O nível 2 atua no modo STANDARD, enquanto o nível 3 oferece um padrão intermediário entre o modo de condução STANDARD e o SPORT, mas que não está vinculado a nenhum modo.

No modo GRAVEL, as mudanças de marcha acontecem de maneira relativamente mais esportiva, com a funcionalidade adicional de permitir uma ação mais intensa das embreagens, que patinam menos entre trocas de marchas, e dão ao condutor uma conexão mais direta entre o acelerador e a tração na roda traseira, permitindo que o pneu patine de modo controlado na tocada fora-de-estrada. Esta funcionalidade era anteriormente ativada pela tecla G, situada separadamente no painel.

A opção USER permite ao condutor selecionar qualquer um dos padrões de mudança DCT, com as definições preferidas dos parâmetros entrega de potência, freio motor e nível de ação do sistema de freio ABS e controle de tração HSTC.

3.5 Ciclística

• Novo chassi tubular de aço tipo Diamond, mais leve
• Suspensão dianteira USD com 41 mm e traseira com Pro-Link
• Cáliper de freio dianteiro radial com quatro pistões e discos flutuantes de 296 mm
• Pneus on/off 120/70 R17 à frente e 160/60 R15 atrás

A X-ADV 2022 recebeu um novo chassi tubular em aço tipo Diamond, uma reformulação cuidadosa que através de tubos de espessura e peso variáveis economizou 1 kg no peso total em relação ao chassi anterior, além de liberar mais espaço útil para o compartimento debaixo do banco.

O ângulo da coluna da direção – cáster – é de 27° enquanto o trail é de 104 mm, com distância entre eixos de 1.590 mm. O ângulo de esterço é de 39°, e proporciona um raio de giro de 2,8 m, o que torna a X-ADV particularmente ágil nas manobras no trânsito. As suspensões com 153,5 mm de curso na dianteira e 150 mm curso atrás são complementadas pelos distância mínima em relação ao solo de 165 mm. O peso seco é de 227 kg, 1 kg mais leve que na X-ADV anterior. 

A suspensão dianteira invertida do tipo cartucho tem tubos de 41 mm de diâmetro e permite regulagem na pré-carga da mola e do amortecimento em extensão. A suspensão traseira conta com um monoamortecedor regulável na pré-carga da mola, vinculado ao sistema Pro-Link e balança de alumínio de braços assimétricos.

As rodas tem aros de alumínio com raios tangenciais de aço inoxidável. Tem 17 polegadas à frente e 15 atrás, contribuindo para a excelente capacidade da X-ADV em absorver as irregularidades do terreno de forma muito competente. Os pneus on/off permitem boa performance em pisos compactos como também em vias não pavimentadas, e as válvulas dos pneus em formato de L facilitam a verificação da pressão de enchimento. Os pneus tem medidas 120/70 R17 e 160/60 R15, à frente e atrás, respetivamente.

Quanto aos freios, o sistema ABS de duas vias tem à frente cálipers radiais de quatro pistões que mordem discos de 296 mm de diâmetro, enquanto atrás a medida do disco é de 240 mm, na qual age um cáliper de pistão simples.

4. Acessórios

Está disponível nas concessionárias Honda os pacotes de acessórios URBAN PACK e TRAVEL PACK.

URBAN PACK traz os seguintes itens:
Protetor tubular de carenagem
Suporte traseiro
Top Box de 38 litros
Protetor de mãos estendidos


Para o TRAVEL PACK estão disponíveis os seguintes itens:
Protetor tubular de carenagem
Faróis de neblina
Suporte traseiro
Top Box de 38 litros
Malas laterais
Protetor de mãos estendidos
Manoplas aquecidas

Pedaleiras para uso off-road
Os acessórios também podem ser adquiridos individualmente.

5. Cores, garantia

A Honda X-ADV 2022 tem garantia de três anos, sem limite de quilometragem, além do Honda Assistance, assistência 24 horas durante o período que durar a garantia. 

As cores disponíveis são vermelha e cinza perolizada.

 


Compartilhe:

xxx